LANGUAGE:

contato@disfoniaespasmodica.com.br

Disfonia Espasmódica

Disfonia espasmódica é um distúrbio vocal classificado como uma distonia focal de origem neurológica central (cérebro) de etiologia ainda desconhecida. As alterações da voz decorrem de contrações involuntárias da musculatura da laringe que realiza os movimentos das pregas vocais.

Dependendo do músculo envolvido, a disfonia espasmódica pode ser de adução, de abdução ou mista. Entres estas, a mais comum é a de adução, cuja voz caracteriza-se por ser quebrada, tensa, forçada e estrangulada. Na grande maioria das vezes, os pacientes relatam muito esforço e cansaço para falar. Na de abdução, a voz é tipicamente soprosa com quebras intermitentes. A mista compartilha características da disfonia espasmódica de adução e de abdução, podendo haver predomínio de uma das formas.


Diagnósticos

Geralmente, o diagnóstico é realizado por meio das avaliações otorrinolaringológica e fonoaudiológica. Em ambas as avaliações, os profissionais realizam uma anamnese detalhada do paciente e fazem uso de várias tarefas fonatórias e não-fonatórias para eliciar e reduzir os sintomas vocais...

saiba mais...

Tipos de D.E.

- O tipo de disfonia espasmódica depende da musculatura laríngea envolvida e existem 3 tipos de Disfonia Espasmódica:

  • D.E. de Adução
  • D.E. de Adbução
  • D.E. de Mista
saiba mais...

Sintomas vocais

A Disfonia Espasmódica é tarefa-dependente, ou seja, ocorre apenas durante a fala e em determinados padrões fonatórios. Os sintomas vocais são mais evidentes na fala coloquial e podem aumentar ou reduzir de acordo com o tipo de emissão...

saiba mais...

Escute alguns exemplos de vozes:

Adução
Abdução
Mista

Copyright © 2017 - Todos direitos reservados. disfoniaespasmodica.com.br

Fga. Dra. Rosiane Yamasaki     •     Prof. Dr. Domingos Tsuji

Voltar ao Topo